TRANSLATE

SE QUISER RECEBER AS POSTAGENS DESTE BLOG, CLIQUE ABAIXO...

sábado, 20 de dezembro de 2014

LIDE COM AS DECEPÇÕES SEM SE DEFORMAR




E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará. Mateus 24:12. Quanto mais fazemos uma analise dos relacionamentos em nossa sociedade, mais conseguimos ver o cumprimento desta palavra profética, percebemos que o amor tem, realmente, se esfriado nos corações, e só pode esfriar o amor em alguém que já amou calorosamente, não é verdade? As pessoas estão desistindo de amar, desistindo de serem gentis, de fazerem o bem, para não correrem o risco de lidarem com as decepções. Quem nunca se decepcionou? Com a maturidade, aprendemos que as decepções são resultado do nosso diagnostico errado das pessoas, acabamos esperando mais do que poderiam nos oferecer...A dor muitas vezes tem o poder de nos revelar que quem nos decepcionou não foi o outro, mas, sim, nossas próprias carências....Idealizamos pessoas e nos iludimos quando descobrimos que elas não existem...Levamos muito tempo criando castelos lindos de areia, mas as águas da desilusão os destroem em minutos. Todos nós passamos por decepções, contudo saber lidar com elas, é o grande desafio que precisamos aprender. Precisamos saber lidar com elas sem deixar de ser quem somos em Deus, conservando nossa identidade intacta. Há muitas pessoas que devido a algumas desilusões, se fecham para o relacionamento com as demais, mas quando assim fazemos, interrompemos o nosso relacionamento com Deus, porque não há como amar a Deus que não vemos se odiamos o nosso próximo que vemos. Alguém que foi alcançado pela luz precisa ser construtor de pontes e não de muros, mesmo que isso implique em correr o risco de se decepcionar novamente. "Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?" 1 João 4:20
O que precisamos é aprender, por meio das experiências, a fazer um diagnostico correto das situações e avaliar as pessoas não segundo a aparência, mas pelo justo juízo, tal como diz a palavra, pedindo sempre o discernimento a Deus "Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça". (João 7:24). Outro dia, estava aconselhando uma pessoa que sofreu um grande golpe e devido a isso teve danos financeiros em grande soma. A situação que ela passou gerou muita mágoa no coração dela, ao ponto de fechar-se para qualquer tipo de relacionamento e convívio com as demais pessoas. A visão dela de mundo foi alterada, perdeu a fé na bondade humana, está sempre esperando que alguém traia a confiança, que alguém a faça mal, está sempre emocionalmente armada para o pior. Devido a isso, esta pessoa tornou-se alguém que ela não queria ser, já não consegue resolver conflitos com dialogo e parte para violência. Em situações como a que esta pessoa passou, precisamos analisar que quando alguém nos fere, geralmente, foi alguém que foi ferido, as pessoas dão aquilo que tem dentro de si.  Justamente por isso, não devemos reagir ao que nos fazem da mesma forma, é preferível silenciar-se, aquietar as nossas emoções, até que consigamos agir de acordo com os nossos princípios e não do outro. Outra história que considerei muito forte, foi de uma jovem que se decepcionou devido a traição do noivo, que a trocou por outra mulher. Devido a desilusão que sofreu, esta jovem se dedica a destruir casamentos, ela quer que outras mulheres sintam a mesma dor que ela sofreu, como se infringir dor a outros diminui-se a dor dela. Na verdade, agora ela se tornou exatamente igual ao ser que era objeto de seu ódio. Foi ferida e optou por disseminar dor por onde passa.
Se nos feriram, precisamos perdoar, mesmo que tenha uma voz falando dentro de você: Falar é fácil! Ela fala isso, porque não sabe o que fizeram comigo! "Pimenta nos olhos dos outros é refresco"! Não, meus queridos, nem falar sobre perdão é algo fácil. Tive que perdoar coisas terríveis que fizeram comigo, injustiças, difamações, calúnias, acredite já passei por perseguições que dariam para escrever um livro; Não perdoo, porque sou boazinha, faço isso pensando em minha saúde física, emocional e espiritual. Quando não perdoamos, permitimos que nosso algoz lance, dentro de nós, uma semente do que eles são, de modo que nos tornamos exatamente a imagem e semelhança do ser a que odiamos. Aos poucos, vamos nos tornando descrentes, negativos, agressivos, tal como as pessoas que nos fizeram mal e vamos sempre olhar para o que há de pior nas pessoas, sempre alimentando o medo que a situação se repita, que nos enganem novamente. Como diz o Dr. Augusto Cury: "o inimigo que não perdoamos, levamos para dormir em nossa cama." Você acorda pensando no que fizeram contigo e vai dormir com seu inimigo no pensamento. Acredito que a medida que entendemos que não merecemos carregar o que fizeram conosco dentro de nós, adoecendo nossas emoções, fica muito mais fácil liberar perdão. A vingança e a mágoa são venenos que tomamos pensando que o outro vai morrer, quem adoece é aquele que as guarda dentro de si. Em Tiago 1:20 nos diz que a nossa ira impede a justiça de Deus, enquanto você alimentar a ira dentro de você, Deus não agirá em seu favor. Veja tudo o que o nosso Mestre do perdão e do amor passou, no final, na cruz, Ele liberou perdão, pois reconheceu que seus algozes não sabiam o que faziam...Muitos estão cegos pela ambição, pelas mágoas, pela crueldade, traumas não curados, e estas pessoas ferem as outras, porque é a única coisa que sabem fazer...Cada um dá o que tem! Mas, você não precisa ser como elas. Uma vez vi uma bela ilustração de um sapo que ajudou um escorpião a atravessar o rio, mesmo sabendo que corria o risco de ser picado, já chegando às margens, o escorpião ao invés de agradecer o favor liberou um veneno mortal no pobre sapinho...Então, perguntaram: Porque você o ajudou? Não se arrependeu de ter feito o bem? Ele respondeu: Não, porque o escorpião agiu conforme a essência dele, eu agi conforme a minha essência. Não retribua o mal que te fazem com o mal, faça o bem sempre. "Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem." Romanos 12:21 Libere o perdão, abençoe quem proferiu palavras de maldição, deixe tudo nas mãos do Senhor, porque tudo o que o homem planta, certamente, ele colherá. Se você não está se sentindo forte para perdoar, peça a Deus a força necessária e quando o inimigo a jogar em sua mente, diga: eu já perdoei esta pessoa, em nome de Jesus! Quando o perdão é genuíno, lembramos do que ocorreu, não ficamos com amnésia, mas a lembrança não nos causa dor, pois o Espirito Santo já nos trouxe o consolo, a cura das emoções e o conforto necessário para seguir em frente. Nem todos são "Judas", há muitas pessoas boas por aí, você irá encontra-las, não deixe que as decepções tire a esperança do seu coração. Recupere a sua identidade, não dê as pessoas o poder de deformar quem você é! ! "Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; " (Mateus 5:44) autora:DEYSE L.S. PATOLEIA.