TRANSLATE

SE QUISER RECEBER AS POSTAGENS DESTE BLOG, CLIQUE ABAIXO...

sábado, 7 de março de 2015

ANDANDO NA CONTRAMÃO DO MUNDO

"Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele." (1 João 2:15)
"Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo JAZ no maligno." ( 1 João 5:19)
"Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim." ( Mateus 15:8).
 Meu pastor, Neil Barreto, falou algo que gostei muito sobre amar ao mundo, ele disse: " não amar ao mundo não é ser indiferente a ele, não ajuda-lo...Não amar ao mundo é se negar a partilhar com ele a essência do que somos, é não se fundir com ele." Outra coisa que ele disse que achei muito interessante foi que: " a expressão jaz, nós só a vemos no cemitério, pode ver que falamos: fulano de tal jaz na sepultura tal, então quando a bíblia diz que o mundo jaz no maligno, nos alerta que ele está morto no maligno, tudo o que vemos é "uma miragem no deserto", "uma falsa felicidade".
Achei muito interessante a mensagem dele e estava refletindo sobre ela... Fiz uma analogia com o que vejo no cotidiano e vou compartilhar com vocês minhas considerações sobre este assunto. O que me fez escrever este texto não foi o meu senso critico ou um impulso por criticar o estilo de vida de outros, até porque não me diz respeito, mas senti em meu coração que Deus ama muitas pessoas que estão longe DELE, e vejo que este texto é mais uma forma de revelar que Ele tem muito mais do que elas tem vivido, tem verdadeiros projetos de sucesso.
Atualmente, testemunhamos vários casos de pessoas que usam máscaras para ocultarem seu caráter, vivem em um "inferno particular", tentam participar dos cultos nas igrejas, parecerem cristãos, tem discursos e jargões de cristão, mas em casa, quando olhos não os veem....Mostram o quanto seus corações estão longe de Deus, o quanto amam ao mundo e o que nele há.
 Quando amamos uma pessoa queremos conhece-la, partilhar de sua intimidade, saber do que gosta, agrada-la, nos importamos com o que ela pensa ao nosso respeito, queremos que saiba tudo sobre nós. Penso que não amar o mundo é não fazer isso, é se negar a andar segundo seus ditames, é se negar aceitar como felicidade o conceito, vazio e deteriorador, de que para ter prazer você tem que ter vários parceiros, quando na verdade, ter vários é não ter nenhum, é se desvalorizar, é se privar de ter um relacionamento verdadeiro, profundo e sincero de amor com uma pessoa que vale a pena investir...Você vai deixando parte de si em cada quarto e quando o amor verdadeiro, aquele que Deus separou para você, bater a sua porta, não te reconhecerá, porque você se tornou "um mosaico."
Não amar o mundo é não precisar da aprovação dele, é não permitir que ele determine se hoje você estará triste ou feliz, não precisar de elogios para saber que tem valor, porque sabe quem você é em Deus...Você sabe que o mais importante é o que Deus pensa ao seu respeito, então se para ser aprovado por Deus tiver que ser chamado de "quadrado", nada disso será problema para você, porque o importante é ser um filho que alegre o coração do Pai...
Atualmente, ao contrário disso, vemos uma geração que se perdeu dentro de si, investe na aparência em excesso, viraram os chamados "ratos de academia", e esquecem-se de investir no interior... Vivem uma felicidade aparente, fantasiada em selfs, postada nas redes sociais...Precisam fazer um verdadeiro mantra "eu sou feliz", "eu sou vitorioso", "estou realizada", para ocultar o sentimento de vazio e tristeza que os acompanha e tentarem se convencer de que aquela mentira, que todos acreditam, é verdade....Mas, em casa, longe dos aplausos, dos olhos cobiçadores, dos elogios....Não conseguem se olhar no espelho e gostar do que são, porque se tornaram em um ser vazio, sem amor próprio, que se desvaloriza a cada vez que desnuda seu corpo na internet a procura de olhares, que precisa sentir-se desejada nas ruas para se sentir alguém...Com homens acontece o mesmo, precisam investir no "status", aparentar que possuem "grana, fama e damas", chegar no trabalho e dizer que "pegaram um monte" para serem considerados "o cara", quando na verdade "um homem de verdade não conquista uma mulher por dia, mas a mesma mulher todos os dias." Um verdadeiro homem é aquele que sabe valorizar uma mulher pelo coração que ela tem e não pelas curvas de seu corpo e, quando a encontra, não arrisca perde-la por nada.
Vemos pessoas que se destroem por meio dos mais diversos vícios para tentar fugir da realidade, mas toda vez que "acordam da fuga" se deparam com o pesadelo que construíram em suas vidas....Para o mundo, são "os caras", "as minas", mas dentro de si são só seres perdidos, existindo sem encontrar a vida no amor de Deus.
Escolher amar ao mundo é se fechar para o amor de Deus...Não dá para amar aos dois! Não dá para ter o prazer de um relacionamento com Deus, se você escolheu se iludir com o mundo. Sabe, queridos, penso que alguém que provou o banquete que Deus preparou, nunca mais vai querer comer "as coxinhas cheias de óleo que o inferno oferece." Se você, realmente, se converter, for liberto, terá nascido um novo homem/ uma nova mulher, dentro de você, que será capaz de dominar a natureza pecaminosa do velho homem, como diz meu pastor: "manter o velho homem preso como um cachorro em uma coleira"....Desejará amar a Deus sobre todas as coisas, desejará conhecer ao Senhor por meio da bíblia, se aprofundará em saber como agradar ao Senhor, irá desejar estar perto DELE, conversará com Ele pela oração, terá como alvo fazê-lo sorrir... Então, não terá espaço dentro de você e do seu coração para ser amante das concupiscências dos olhos, da carne e soberba da vida. Deseje ter um relacionamento verdadeiro com Cristo! Não seja alguém que diz o ter, mas que nunca andou com Ele...Deseje-o, entregue-se a Ele, deixe que Ele te faça ver o quanto você é especial, valioso, e único!
"E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade." (Efésios 4:24 )
Escrito por: DEYSE L.S. PATOLEIA.