TRANSLATE

SE QUISER RECEBER AS POSTAGENS DESTE BLOG, CLIQUE ABAIXO...

sábado, 13 de junho de 2015

VALE A PENA SER BOM? (liberte-se da expectativa pelo reconhecimento)


Estava meditando sobre a parábola do filho prodigo (Lucas 15:12-32), todos nós focamos muito na graça abundante, no amor incondicional do pai que aceita seu filho após inúmeros erros....Sabe, há uma riqueza de mensagens que poderíamos extrair desta parábola, mas hoje estava refletindo sobre a reivindicação do filho que ficou, daquele que permaneceu ao lado do pai. Acredito que aquele jovem, quando viu toda aquela festança que o pai fez para o filho que partiu, fez a indagação que intitula esta mensagem: "vale a pena ser bom?" Quem nunca se fez esta pergunta ao se deparar com a impunidade, com as injustiças, ao ver a "recompensa" dos que praticam a maldade?
Acredito que nem todas as pessoas que consideramos más, sempre foram más, algumas desistiram de ser boas. Ao longo da vida, muitas pessoas se deixam enganar por suas carências, colocam expectativas nas outras, e acabam permitindo que a frustração adoeça suas emoções, ao ponto de gerar raízes de amarguras profundas que as fazem duvidar de que valha a pena continuar a serem boas; Por guardarem, em seus corações, a semente da maldade que fizerem a elas, vão se tornando negativas, vazias, tristes, se tornando parecidas com seus algozes.
Será que vale a pena ser mal? Será que trará algum alívio para alma, reproduzir os mesmos erros que cometeram conosco? Aliviará a nossa dor, sermos semeadores de feridas no coração de outras pessoas? Se nos destruíram valerá a pena sermos destruidores?
O processo de se tornar mal nem sempre é consciente, normalmente é um processo longo de desconstrução da personalidade; Vamos armando nosso emocional contra um novo golpe, estamos sempre em estado de alerta, sempre esperando o pior das pessoas, sempre em guerra contra tudo e todos, assim, vamos trocando as boas praticas cristãs, por "mecanismos de defesa", por atitudes egoístas, descrentes, pessimistas...Vamos construindo muros ao invés de pontes...As palavras de benção são trocadas por palavras de maldição...A murmuração toma o lugar da gratidão...A fé passa a ser sufocada pelas frustrações...A alegria é apagada pelo desanimo...A esperança é esmagada por recordações de derrota...O coração saudável, passa a dar lugar ao coração doente, amargurado, ferido....
Meu convite hoje, é muito difícil, porém totalmente possível de se aceitar, convido a você que se liberte da expectativa pelo reconhecimento; Talvez, seja isso que Deus queira te ensinar. Talvez, Ele queira te mostrar que você só precisa ter como foco gerar um sorriso no coração DELE, pois os seres humanos são falhos, tal como você o é, por vezes, não lhe darão o devido valor. Por mais que você tenha se esforçado para ser bom para sua família, seus amigos, no seu trabalho, e pareça que em troca tenha recebido a ingratidão das pessoas, não deixe que isso contamine seu coração e te faça ver a vida pela ótica distorcida do ódio, da amargura, do medo ser injustiçado novamente...Liberte-se deste senso de "justiça própria", e entregue tudo ao Senhor. Esta ferida em seu coração precisa ser sarada, do contrário, a dor de cada recordação abrirá uma nova ferida e te fará se ver como uma vítima das injustiças do mundo, como alguém que nasceu para sofrer, como uma lata de lixo que todos despejam a sujeira de suas almas...Reaja contra este sentimento que altera sua autoimagem! A imagem que você tem de você é a imagem que você venderá para as pessoas...."Não importa o que fizeram com você, mas sim, o que você faz com o que fizeram com você" (Jean Paul Sartre)...Assuma o papel de escritor(a) da sua história ao invés de vítima do "destino". Mesmo que queiram escrever uma vida de derrotas para você, que tenham cometido as piores atrocidades, pegue a pena que você concedeu a outros, e volte a escrever uma vida de superação em meio aos obstáculos da vida. Escreva uma vida de alegria em meio a tristeza que tentam te infringir.
Somos seres humanos e choramos, mas o que constrói um futuro de vitória é a nossa capacidade de se levantar a cada "tombo" ou "rasteira" que a vida nos dá...Deus diz que você é vencedor, então acredite nisso, assuma a postura de quem o é! Se entregar a "síndrome de Hardy" , personagem do desenho animado, e ficar repetindo "oh, céus! oh, vida! oh, azar! Ninguém me ama, ninguém me quer!" Não restaurará o nosso lar, não fará com que consigamos um trabalho melhor ou que sejamos promovido, não nos fará ser amado, ser valorizado....Você precisa se amar primeiro, você precisa enxergar o valor que você tem, só assim poderá ir além do que dizem que você é capaz. Você precisa gostar da vida. Encontrar prazer em viver, independente dos outros. Aprender a ser grato pelo que você tem, ao invés de focar no que lhe falta.
Por mais que você tenha encontrado pessoas que não reconheceram o seu valor, há um Deus que é justo para nos recompensar por nossas boas obras...Pode até demorar, mas Ele é fiel para cumprir sua palavra, e Ele diz que:"Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria." (Salmos 126:5).Não importa se o campo que você tem semeado é cheio de espinhos que ferem suas mãos ao lançar a semente. Não faz diferença se o campo é árido e demorará muito até que as sementes encontrem espaço para germinar....Faça a sua parte, continue semeando, pois quanto maior for a dificuldade da semeadura, melhor será a alegria da colheita! Esforce-se por ser uma pessoa boa, mesmo que não receba elogios, aplausos, que seu trabalho seja anônimo, Deus está vendo o que você está fazendo....Deus sabe o quanto está sendo difícil para você, pois também foi muito difícil para Jesus, ao ponto Dele chorar lágrimas de sangue no Getsêmani.
Não é nada fácil, amar quem não nos ama. Não é fácil, fazer o bem a quem nos persegue, ou bendizer os que nos maldizem, mas a bíblia diz que esta é a condição para que sejamos filhos do nosso Pai.  "Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;" (Mateus 5:44). Ou seja, como podemos ter o DNA de Deus, por meio de Cristo Jesus, e agirmos totalmente diferente da essência do próprio Deus? Se Ele nos perdoa sem que mereçamos, como podemos escolher a quem perdoamos? Se Ele nos ama incondicionalmente, como podemos impor condições para amar as pessoas?  Se Ele nos aceita como somos, como podemos medir, pesar na balança do senso crítico, rejeitar, condenar e descriminar nossos irmãos? Se Ele é o caminho, a verdade, e a vida, como podemos ser aqueles que desviam do caminho, mentirosos e semeadores de palavras que geram morte no coração das pessoas? Precisamos voltar a essência do evangelho, puro e cristalino, e ser mais parecidos com o nosso Pai! Que todos possam olhar para nós e perceber: este "homem", esta "mulher", "esta menina", este "garoto", é a cara do Pai Celestial! Suas escolhas, seu jeito de olhar as pessoas, o ato de acolher quando todos rejeitam, sua generosidade em meio a maldade, seu estilo simples de ser quando todos procuram holofotes, o amor que demonstra para os que nada tem a dar em troca, a capacidade de perdoar e amar a quem menos merece por saber que estes são os que mais precisam...É isso que fará com que as pessoas ao olhar para você, vejam Jesus Cristo, o filho de Deus, e possam dizer: Eis, ali uma filha(o) de Deus!  
Por mais que você veja que quem recebe o "churrasco" é o filho prodigo, encontre alegria em continuar sendo quem você é, continue sendo o que permanece ao lado do Pai, continue sendo fiel, e aprenda a se alegrar com o retorno dos seus irmãos que partiram. Não se ponha em um patamar de superioridade, de indiferença, de exigências; Escolha ser quem você é, independentemente, do que digam ou falem ao seu respeito.
 O que Ele tem para ti, olhos não viram, ouvidos não ouviram, nem nunca chegou ao coração humano..."Mas, como está escrito:As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu,e não subiram ao coração do homem,são as que Deus preparou para os que o amam." (1 Coríntios 2:9). Se é assim, não procure nas coisas visíveis, audíveis, e esperadas pelos homens sua recompensa...Deus tem mais para você! Ele tem reservado para você uma paz que excede todo entendimento, uma paz injustificável, uma alegria sem limites, um amor que supera os limites do tempo e desafia a eternidade...Deus tem mais do que sua imaginação consegue calcular, confie Nele, no lugar da desonra Ele tem dupla honra para sua vida.
Todo atleta antes de chegar ao pódio, passou por exercícios, dores em seu corpo, renuncias, aprendeu com os erros, pensou em desistir. Antes da vitória, Deus quer que você passe por todas as fases que um atleta passa, pois é a superação diante de todas estas etapas que fará que a sua vitória tenha um sabor único e inconfundível, pois só você sabe tudo o que passou antes de chegar até a coroação. Espelhe-se em tudo o que o Mestre passou antes de vencer o poder da morte, foque na recompensa divina, e preserve sua essência...No dia em que você ver o seu Cristo com as mãos rasgadas por amor a você, você poderá mostrar as suas mãos também calejadas pelo amor, então Ele falará para você: venha bendita(o) de meu Pai e você poderá dizer: Valeu a pena, valeu muito a pena, continuar sendo quem sou no coração de Deus!
 A recompensa de Deus vai muito além do que seus olhos vêm, e seus ouvidos ouvem, nunca se esqueça disso! Os seus sonhos vão se realizar, mas, por enquanto, foque na semeadura, e deixe Deus agir, deixe Ele moldar seu caráter como o de Cristo Jesus...Não tenha pressa, pois Ele está preparando uma linda e abundante colheita para você!
Autora: Deyse L. S. Patoleia