TRANSLATE

SE QUISER RECEBER AS POSTAGENS DESTE BLOG, CLIQUE ABAIXO...

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

QUAL O LUGAR QUE CRISTO OCUPA EM NOSSAS VIDAS?


Mais uma vez o Senhor nos fez acordar. Em mais um dia nos deu a chance de recomeçar. Convidou-nos a escrever nossa história com nossas mãos encaminhadas pelo Mestre do Amor. Deu-nos a oportunidade de busca-lo em primeiro lugar e ter as nossas demais necessidades atendidas. Sabemos que pela sua palavra, a medida que o buscamos primeiro, tudo o mais é suprido em glória "Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." Mateus 6:33", então, porque muitas vezes o secundarizamos? Por que será que muitas vezes, estamos tão "ocupados" que só temos tempo para Deus, quando nossos "castelos de areia" desmoronam sobre nossas cabeças? Por que será que dizemos ama-lo, mas não lemos as cartas de amor que Ele escreveu para nós (bíblia)? Por que será que dizemos que o temos, que o conhecemos, mas agimos como quem nunca o conheceu? Como podemos dizer que o amamos, se passamos perto de multidões de famintos e não conseguimos dividir o nosso pão? Como podemos conhecer o príncipe da paz e não sermos semeadores desta paz ao ponto de mudar a realidade do nosso bairro, cidade, Estado, nação?
Desculpe-me por te trazer tantas perguntas, mas gostaria que refletíssemos juntos sobre a pergunta que definirá se teremos ou não a felicidade verdadeira: QUAL O LUGAR QUE CRISTO OCUPA EM NOSSAS VIDAS?

Escuto muitas pessoas dizendo e também já o disse diversas vezes: Quero conquistar "tal vitória" para glória do Senhor, para que o nome de Cristo seja exaltado em minha vida! Então, a pergunta que me faço, antes de declarar isso, é a mesma que transfiro a você: Como o que você pede irá glorificar a Deus? Uma dica é que: todo rio que Ele derrama sobre nós, não pode parar em nossas vidas, tem que saciar outros, compreende? Por exemplo, se você quer ganhar dez vezes mais do que ganha, uma maneira de glorificar a Deus com esta vitória seria incluir como projeto ajudar socialmente dez vezes mais do que o faz hoje. Mas o que vemos é que muitos querem suas "bênçãos" e se esquecem do abençoador, sendo assim, a benção tornou-se maldição. Alguns, se enganam dizendo que o que almejam é para glória de Deus, mas na verdade sonham com seus próprios altares, onde Deus foi somente "um shopping no qual fizeram as compras."
Meu convite hoje para você é que reflitamos sobre este tema e constituamos a Cristo como Senhor de nossas vidas. Como diz meu pastor: "Deus não aceita nenhum lugar que não seja o primeiro, se for para não ser o primeiro, Ele não ocupará lugar nenhum em nossas vidas." Sabemos que queremos o que almejamos para glória Dele, quando incluímos em nossos projetos o amor ao próximo, a caridade, a hombridade, o companheirismo...Quem diz que encontrou o "sucesso" e, por isso, larga a família, se esquece dos amigos, dos que o apoiaram quando ele não era nada...encontrou-se com o pior dos fracassos; "o de ser bem sucedido no que Deus reprova". Encontra-se preso em uma muralha construída pelo seu próprio orgulho, onde o conforto não lhe dá vontade de ser livre novamente.
Quem um dia, verdadeiramente, conheceu ao Senhor, não o troca por nada e ninguém, não o segue por medo de ir para o inferno, pois já descobriu que o maior problema do inferno não são os demônios, as torturas, as dores, o fogo...O inferno é o pior lugar para estar, porque Deus não está presente...Então, não escolhe viver seu "inferno particular", antes escolhe ter "os céus dentro de si" e viver cada dia em honra, em amor, ao Deus que o amou primeiro - com amor incondicional - ao ponto de nos ter criado, perdido para o pecado, nos comprado com o sangue do seu próprio filho e, ainda, continuar nos convidando para estar com Ele todos os dias. A cada amanhecer, quando o sol desperta, se renova sua misericórdia sobre as nossas vidas, somos reconstruídos por seu amor que é capaz de aquecer, como fogo, o mais gélido dos corações. Não há nada impossível para Ele! Constitui-lo como primeiro em nossas vidas não significa somente ser membro de uma igreja local, isso é importante, contudo há muitos que estão dentro das igrejas, possuem "cargos", mas o coração está longe de Deus, suas vidas não estão no centro da vontade do Pai; alguns vivem uma vida dupla "uma na igreja, outra fora dela", outros são bem intencionados, mas dedicam-se a fazer algo que apesar de ser lícito é contrario ao que Deus os designou. Priorizar a Deus, requer tempo a sós com Ele, envolve meditação na palavra, conversar sem máscara e sem relógio, silenciar-se para ouvi-lo, aquietar o coração para senti-lo. Priorizar é se propor a aumentar a intimidade com Ele a cada dia. Quanto mais íntimos Dele, mais humanos nos tornamos, mais amamos sem esperar recompensas.
Mesmo quando estamos ocupados demais, sua voz, mansamente, nos convida a ouvi-lo, pois sabe que se em "nossa agenda" Ele não estiver em primeiro lugar, então, nada dará certo, as coisas perderão o sentido, os problemas nos sucumbirão, as tarefas se tornarão enfadonhas e longas e o tempo parecerá curto demais....Mas quando escolhemos coloca-lo em seu devido lugar...Mesmo quando estamos na fornalha, ela se transforma em lugar de passeio, de intimidade com Ele; A Jaula dos leões vira lugar de proteção e encontro; o deserto vira lugar de provisão e milagres; os lugares áridos florescem, pois Ele faz brotar rios de água viva no meio da sequidão. O pior lugar, a pior situação, se tornam em lugar de gozo, descanso e descoberta - encontramos alegria em meio as tribulações - encontramos descanso em seus braços - e descobrimos quem somos no coração Dele quando nos deleitamos em sua grandeza, seu amor, em cada livramento.
O contrário também é verdade, sem Deus, ainda que tenhamos o melhor emprego, o melhor cônjuge, a melhor conta bancária, o corpo mais lindo...Tudo se torna vazio, monótono, sem sentido! "O dinheiro pode nos dar conforto e segurança, mas ele não compra uma vida feliz. O dinheiro compra a cama, mas não o descanso. Compra bajuladores, mas não amigos. Compra presentes para uma mulher, mas  não o seu amor. Compra o bilhete da festa, mas não a alegria. Paga a  mensalidade da escola, mas não produz a arte de pensar.  Você precisa conquistar aquilo que o dinheiro não compra. Caso contrário, será um miserável, ainda que seja um milionário." ( Augusto Cury)  
Longes de Deus nos sentimos miseráveis, mesmo quando uma multidão nos aplaude. Nos sentimos sós, mesmo quando temos diversas companhias. Nos sentimos tristes, ainda que em meio as "festas da vida"....Detestamos estar sozinhos, pois na solidão temos que nos deparar com a nossa interioridade, e o encontro com o que nos tornamos não nos atrai, não nos fascina, precisamos estar onde olhos nos veem e bocas nos lisonjeiam, necessitamos de aplausos, pois sofremos a pior das solidões - a ausência de nossa essência. Não há nada além do orgulho. Nada além do que outros imprimem em nós. Não há nada além do que o dinheiro pode comprar. Precisamos usar máscaras para atender as expectativas de outrem. Usamos roupas para termos o tratamento que almejamos. O desencontro com Deus, nos leva ao encontro de nossa pequenez, nossa mediocridade, nossa arrogância. Nossos medos nos dominam. Nossos traumas constroem a estrada que percorremos. Estamos distante de nossa essência, estamos longe da verdadeira vida, estamos longe de Deus.
Quando estamos na presença do Senhor, mesmo que enfrentemos os mais cruéis ardis, por estarmos Nele e Ele em nós, estamos dentro do esconderijo do Altíssimo, debaixo das asas do Onipotente, exatamente no lugar onde o inimigo não tem o poder de nos tocar! Debaixo de suas asas, os nossos algozes podem nos infringir dor, mas não podem ferir quem somos, macular nossa essência, subtrair nossa identidade de filho de Deus. Sim, a melhor escolha que podemos fazer é dar ao Senhor o lugar de honra, de primeiro lugar em nossas vidas, todo o restante, ao seu devido tempo, irá acontecer da forma mais linda e completa que nem poderíamos imaginar.
Que nossos sonhos sejam, verdadeiramente, realizados para glória do Senhor! Que possamos cumprir o proposito para o qual Ele nos trouxe a este mundo! Que Nele encontremos os projetos de eterno sucesso! Que deixemos os castelos de areia para as crianças e passemos a construir torres fortes no Senhor, para abrigar muitos desamparados e desprovidos da graça de Deus!
(veja o vídeo abaixo e dê continuidade a esta reflexão, tenho a certeza que este vídeo falará ao seu coração!)
Autora: Deyse L. S. Patoleia
"Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, não pode amar a Deus, a quem não viu. " (1 João 4:20)
"Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor." (1 João 4:8)
"pode uma mulher esquecer-se de seu filho de peito, de maneira que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, não me esquecerei de ti." Isaías 49:15

Se você não tiver tempo para refletir sobre este tema, então você já respondeu a pergunta proposta!